Anexo II- Cronologia das Guerras da Revolução Francesa

Breves

cronicas3   

Pode adquirir o livro
"Crónica da regência e do reinado de D. João I",
nas seguintes lojas online:
   bertrand2wook2
    almedina2
   

Introdução

A Cronologia das Guerras da Revolução Francesa é muito longa.

É longa por duas razões. Em primeiro lugar, porque abarca os acontecimentos militares de um período de dez anos, de 1792 a 1801, os anos em que começaram e terminaram as hostilidades, embora fosse necessário esperar por 1802 para que a paz fosse formalmente estabelecida entre a França e o Reino Unido. Em segundo lugar, porque envolve um elevado número de ações militares (combates, batalhas, cercos) em vários teatros de operações (Bélgica, Holanda, Alemanha, Áustria, Itália, Espanha, Dinamarca, Egito, Síria Otomana e ainda Portugal se considerarmos a Guerra das Laranjas como parte deste conjunto).

Ler mais: Introdução

1792

7 fevereiro - Tratado de Berlim Aliança entre a Áustria e a Prússia.

20 abril - A Assembleia Nacional francesa declara guerra ao Rei da Hungria e Boémia (imperador da Áustria).

28/29 abril – Combates de Mons, cidade no Sul da Bélgica. Início das Guerras da Revolução Francesa. Vitória das forças austríacas (5.000 homens sob comando do “Feldmarschalleutnant” Johann Peter, Barão de Beaulieu) sobre as forças francesas (7.500 homens sob comando do tenente-general Armand-Louis de Gontaut Biron). Esta foi a primeira ação deste conflito e foi lançada pelos Franceses que fracassaram perante as tropas austríacas. As forças francesas tiveram 400 mortos, feridos e capturados além de perderem 6 bocas de fogo de artilharia e numerosos carros de transporte de munições e abastecimentos. As forças austríacas tiveram 10 mortos e 20 feridos.

Ler mais: 1792

1793

6 janeiro – Batalha de Hochheim, aldeia alemã na província de Hessen. Guerra da Primeira Coligação. Vitória das forças prussianas e de Hesse-Kassel (cerca de 10.600 homens sob comando do príncipe de Hohenlohe) sobre as forças francesas (cerca de 6.000 homens sob comando do General de Divisão Sédillon). As forças francesas sofreram 100 mortos e 300 feridos e perderam 12 bocas de fogo de artilharia. As forças da Coligação sofreram 12 mortos e 68 feridos.

1 fevereiro – A França declara guerra ao Reino Unido e à Holanda.

14 fevereiro - Combate de Cagliari, porto na costa sul da ilha de Sardenha. Guerra da Primeira Coligação. Vitória das forças sardenhas (cerca de 4.000 homens - milícia local e dois batalhões suíços; não se conhece o comandante) sobre as forças francesas (cerca de 6.700 homens apoiados por 4 navios de linha e 5 fragatas, sob comando do Contra-almirante La Touche). Os números relativos às baixas não são conhecidos para ambas as partes, mas sabe-se que foram ligeiras. Napoleão Bonaparte, então capitão, participou no desembarque.

Ler mais: 1793

1794

5 fevereiro - Combate do Campo dos Sans Culottes, França, Departamento dos Pirenéus Atlânticos. Guerra da Primeira Coligação. Vitória das forças francesas (parte do “Armée des Pyrénées Occidentales”, sob comando do General de Divisão Louis Dubouquet) sobre as forças espanholas (13.700 homens sob comando do Tenente-general José Ramón de Urrutia y de las Casas). As forças francesas tiveram 235 mortos, feridos e desaparecidos. As forças espanholas tiveram 335 mortos, feridos e desaparecidos.

9 fevereiro - Combates das  Linhas de Weissenbourg, conjunto de fortificações ao longo da margem sul do Rio Lauter. Guerra da Primeira Coligação. As forças francesas iniciaram os ataques às posições ocupadas pelas forças da Coligação a 6 de dezembro de 1793. Os combates prolongaram-se por cerca de dois meses. Não se conhecem as baixas sofridas por ambas as partes durante este período. As forças da Coligação foram obrigadas a abandonar a margem esquerda do Reno.

Ler mais: 1794

1795

5/14 janeiro - Cerco e capitulação de Heusden, Holanda, Brabante do Norte. Guerra da Primeira Coligação. Vitória das forças francesas (cerca de 4.000 homens sob comando do General de Divisão Herman Willem Daendels) sobre a guarnição holandesa (1.400 homens sob comando do Coronel Teutscher). A guarnição rendeu-se a 14 de janeiro. Houve poucas baixas em ambos os lados e as forças francesas capturaram 175 bocas de fogo de artilharia além da guarnição.

19 janeiro - Rendição de Geertruidenberg, fortaleza no lado sul do estuário dos rios Waal e Maas (Mosa). Guerra da Primeira Coligação. As forças francesas tinham iniciado o cerco a 31 de dezembro de 1794. A guarnição holandesa manteve a posse da fortaleza por 19 dias. O comandante holandês, General Bedaulx tinha 82 anos de idade, o moral das tropas estava muito em baixo e registaram-se muitas deserções. Quando se renderam, apenas estavam presentes 365 homens em armas.

Ler mais: 1795

1796

10 abril - Combate de Voltri, pequeno porto no noroeste de Itália, 16 Km a oeste de Génova. Guerra da Primeira Coligação. Vitória das forças austríacas (10.000 homens sob comando do “Feldzeugmeister” Johann Peter Beaulieu de Marconnay) sobre as forças francesas (3.500 homens sob comando do Coronel Cervoni). Não se conhecem as baixas das forças austríacas. Sobre as forças francesas sabe-se que foram capturados 150 homens.

11/12 abril - Combate de Montenotte, aldeia no noroeste de Itália, 19 Km a noroeste de Savona. Guerra da Primeira Coligação. Vitória das forças francesas (14.000 homens sob o comando do General de Divisão Napoleão Bonaparte) sobre as forças austríacas (9.000 homens sob comando do “Feldmarschalleutnant” Eugen Gillis Wilhelm Mercy d’Argenteau). As forças francesas tiveram 800 mortos, feridos e desaparecidos. As forças austríacas perderam 2.500 homens, a maior parte capturados, além de 12 bocas de fogo de artilharia.

Ler mais: 1796

1797

9 janeiro – Captura de Kehl, cidade alemã no Estado de Baden-Württemburg, região de Freiburg. Guerra da Primeira Coligação. O ataque das forças austríacas teve início a 10 de novembro de 1796. As forças francesas resistiram até janeiro de 1797. As forças austríacas tiveram 3.800 mortos - em combate e por doença - e feridos e 1.000 capturados. As forças francesas tiveram 4.000 mortos e feridos.

14/15 janeiro - Batalha de Rivoli, aldeia no nordeste de Itália, província de Veneza. Guerra da Primeira Coligação, Primeira Campanha de Napoleão em Itália. Vitória das forças francesas (18.000 homens de infantaria, 4.000 de cavalaria e 60 bocas de fogo de artilharia, sob comando do General de Divisão Napoleão Bonaparte) sobre as forças austríacas (28.000 homens e 90 bocas de fogo de artilharia sob comando do “Feldzeugmeister” Joseph, Barão de Alvinzy de Berberek). As forças austríacas tentaram libertar Mântua e apoderar-se de Verona, mas foram obrigadas a defrontar as forças de Napoleão em Rivoli, na região noroeste de Itália. As forças francesas tiveram 2.200 mortos e feridos e 1.000 capturados. Os Austríacos perderam 4.000 mortos e feridos e 8.000 foram capturados.

Ler mais: 1797

1798

3/10 janeiro - Combates de St. George's Caye (uma ilha no Mar das Caraíbas). Guerra da Primeira Coligação. Vitória das forças britânicas sobre as forças espanholas. Uma frota espanhola de 32 navios, a operar nas Índias Ocidentais, empenhou-se em combate, repetidamente, com uma força improvisada que defendia a colónia britânica na foz do Rio Belize. Os defensores dispunham do HMS Merlin, um pequeno navio de guerra com oito canhões (18 libras) e sete jangadas construídas no local, com três troncos e carregando um canhão de 9 libras cada. As jangadas eram manobradas por homens livres e escravos que trabalharam em conjunto. Esta força formada ad hoc repeliu os Espanhóis. O encontro foi significativo porque deu origem à lenda que ajudou a formar a colónia chamada Honduras Britânicas que se tornaram independentes em 1881 com a designação de Belize. O confronto durou até 10 de janeiro.

18 janeiro – Combate naval entre o navio de guerra francês Généreux e o britânico HMS Leander.  Vitória do Généreux sobre o HMS Leander. O Généreux, um navio com 74 canhões, conseguiu escapar da derrota sofrida pelos Franceses na Batalha do Nilo. O HMS Leander, com 50 canhões, tinha sido enviado pelo Almirante Nelson com os despachos a comunicar a vitória na Batalha do Nilo.  Perseguido pelo Généreux, o HMS Leander enfrentou os Franceses num combate que durou mais de cinco horas. Após perder a sua capacidade de manobrar e sofrer numerosos mortos e feridos, rendeu-se aos Franceses.

Ler mais: 1798

1799

5 janeiro - Capitulação de Gaëta, fortaleza na Itália central, na costa do Mar Tirreno. Guerra da Segunda Coligação. Vitória das forças francesas (4.000 homens sob comando do General de Brigada Rey) sobre a guarnição napolitana (3.600 homens sob comando do Tenente-general Chudi). A guarnição napolitana rendeu-se sem oferecer luta. Os oficiais tiveram autorização para partir em liberdade, mas os soldados foram alistados no Exército Francês.

14/20 fevereiro – Bloqueio e rendição de El Arish, povoação na costa mediterrânica do Egipto. Campanha de Napoleão no Egipto. Vitória dos Franceses (13,000 homens sob comando do General de Divisão Napoleão Bonaparte) sobre as forças egípcias (1,500 albaneses, marroquinos e mamelucos). As forças francesas tiveram perto de 400 mortos e feridos. As forças egípcias sofreram 750 mortos e feridos e tiveram 900 prisioneiros. Os sobreviventes da guarnição da fortaleza foram incorporados no exército francês.

Ler mais: 1799

1800

20 março – Batalha de Heliopolis, cidade no norte do Egipto que, atualmente, se situa nos subúrbios do Cairo. Parte de Campanha de Napoleão no Egipto. Vitória das forças francesas (12.000 homens sb comando do General de Divisão Jean-Baptiste Kléber) sobre as forças otomanas (40.000 Mamelucos, beduínos e “Fellahin”). A força turca não estava preparada para uma guerra moderna, ao nível do que era praticado pelos Franceses. Quase um quarto da força turca estava perdida antes da batalha terminar. As forças francesas tiveram 600 mortos e feridos e as forças turcas perderam 8.000 a 9.000 homens, entre mortos, feridos e capturados.

6 abril - Combate de Cadibona, aldeia no noroeste de Itália, a 7 Km da costa ocidental do Golfo de Génova. Guerra da Segunda Coligação. Vitória das forças austríacas (13.000 homens sob comando do “General der Kavallerie” Michael Friedrich Benedikt von Melas) sobre as forças francesas (3.800 homens sob comando do General de Divisão Jean-de-Dieu Soult). As forças austríacas tiveram 200 mortos e feridos. As forças francesas tiveram 200 mortos e feridos e 500 capturados, entre eles o General de Brigada Seras. Os austríacos também capturaram 5 bocas de fogo de artilharia. Esta ação marcou o início das operações austríacas para capturarem Génova e Savona.

Ler mais: 1800

1801-1802

9 fevereiro – Paz de Lunéville. Assinada entre a França e a Áustria, em consequência das derrotas sofridas pelos Austríacos perante o avanço francês em direção a Viena. O Tratado pôs fim à Segunda Coligação permanecendo apenas o Reino Unido em estado de guerra contra a França. Com este acordo, a França ganhou a margem esquerda (ocidental) do Rio Reno, a Toscânia foi cedida a Parma para formar o novo Reino da Etrúria e foram reconhecidas as repúblicas da Batávia, Cisalpina, Helvética e da Ligúria. A paz resultante do Tratado de Lunéville perdurou até 1805, quando os Austríacos retomaram as guerras contra Napoleão Bonaparte.

2 março – Espanha declara guerra a Portugal (Guerra das Laranjas)

Ler mais: 1801-1802

Bibliografia

CHANDLER, David Geoffrey, Dictionary of the Napoleonic Wars, © 1979, Macmillan Publishing, New York, 1979, ISBN 0-02-523670-9.

DOYLE, William, The Oxford History of the French Revolution, © 1989, Oxford University Press, Great Britain, 1990, ISBN 0-19-285221-3.

DUPUY, Richard Ernest & DUPUY, Trevor Nevitt, The Encyclopedia of Military History, © 1986, Harper & Row, New York, 1986, ISBN0-06-181235-8.

JONES, Colin, The Longman Companion to the French Revolution, © 1988, Longman, United Kingdom, 1988, ISBN 0-582-49418-4.

SMITH, Digby George, The Greenhill Napoleonic Wars Data Book, © 1998, Greenhill Books, London, 1998, ISBN 1-85367-276-9.

WILLIAMS, Neville & WALLER, Philip, Chronology of the Modern World 1763-1992, © 1966, Helicon Publishing, Oxford, England, 2ª edição, 1994, ISBN 0-09-178274-0.

 

The Napoleon Series [http://www.napoleon-series.org/]

Clash of Steel [http://www.clash-of-steel.co.uk/home]

Military History Encyclopedia on the Web [http://www.historyofwar.org/]